Onde todos podem uivar o que quiserem... vejam por mim!

24
Abr 06

Confesso que há medida que o tempo foi passando, e os vinte se transformaram em trinta, vi-me cada vez mais a viver sozinho. Parece não haver solução, pois por muito que tente parece que algo me empurra para esse destino. Não me queixo, pois também sei que existem vantagens, apenas temo que seja demasiado só!

O único senão para tudo isto é que este pais não está de todo preprado para isso. As regras à portuguesa assim o exigem. Só sais de casa dos papás depois do casório, ou quando decidires morar junto com alguém. Sim, porque o preço da vida está unicamente feito para dois, não para um. Dos preços das casas, á comida, passando pela compra de qualquer electrodoméstico, tudo aponta para dois, três, mas nunca um. É como se esse número fosse uma espécie de tabú. Claro que não falta gente que tenha deitado esses preconceitos para o lixo, mas mesmo assim eles estão ali, sempre presentes, á espera dos mais incautos. Calculo que me devam apanham a mim...

Mas conseguirei ao menos combatê-los? Vai depender de muita coisa...em especial do money money que se vai arrecandando cada 30 dias que passam. É que este também tem que ser elevado para se sustentar uma casa e os seus vícios. E há tantos...

Por isso, e por mais umas quantas coisas, temo aquela solidão. Não é pelo silêncio em si...é pelo barulho das contas!

LOL

 

publicado por Psyhawk às 22:11

2 comentários:
Caríssimo, o meu exemplo pode não ser o melhor por ter muita coisa diferente do teu, mas misturas tanta coisa aí que não posso deixar de dizer uma coisita ou duas. Antes de mais, viver sozinho é bom. Sobretudo quando tens visitas frequentes (não o teu caso, baldas). Agora, concordo contigo quando dizes que não sai barato. É duro, mas há que fazer escolhas: depende do quão saturado estás de viver em casa dos pais. Eu já não podia mais, e se entretanto tive algumas facilidades, a princípio não foi fácil. Olha, decida o que decidires, dá o passo apenas e só quando tiveres a certeza. Quanto ao resto da questão, da solidão e tal...olha, não há tacho que não tenha a sua tampa.
Carlos a 25 de Abril de 2006 às 21:23

De facto a vida não está para grandes aventuras...mas qt ao ficares sózinho não desesperes!!!!! O nosso jantar tem sido adiado pelas mais variadas razões, mas não tarda está aí e vais ficar a babar...lololol depois quero ser a madrinha =0)
Sónia a 26 de Abril de 2006 às 12:00

Abril 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
13
15

16
19
20

23
28
29

30


mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO