Onde todos podem uivar o que quiserem... vejam por mim!

31
Ago 05
Eles dizem uma coisa, eles percebem de outra.
Aos 20 transmite-se uma ideia, que os de quarenta não entedem.
Os pequenos inventam...os grandes destroem, proque não p+erceberam para que serve.
É assim que se processa o mundo. Um multiplo de mal entendidos constantes que surgem de tudo e de nada, sem razão aparente. Como se cada pessoa tivesse um código, como se cada faixa etária uma forma de tradução original, como se cada sexo viesse de planetas diferentes onde a linguagem é completamente oposta. As pessoas não se entendem... Então, porque razão não trazem livro de instruções? Terá Deus, perfeito e imaculado, como nos vendem em cada religião, se esquecido desta coisa tão simples? pelos vistos assim parece...e tá-se a borrifar se por causa disso explodem guerras, se anda á tareia na rua, homens e mulheres continuem a falar linguas distintas....
Não seria mais fácil, para não andarmos todos ás turras haver um livrito... não era preciso ser grande, com tudo o que era preciso saber? Era tudo mais simples. Até o sexo!
Acabavam logo os orgasmos fingidos e os suspiros falsos.
Please inventem as instruções...estou farto de mal entendisos!
publicado por Psyhawk às 23:32

25
Ago 05
Os olhos muitas vezes dizem tudo. Estou triste, estou infeliz, tenho fome....
É isso que tenho visto em muitos cães abandonados por essa Lisboa fora...e não só!
Mas que raio se passa com as pessoas?! Desde quando é que um bicho é um mero passatempo? É um compromisso para sempre, que deve ser validado constantemente, com carinho, alimentação regular, amor e claro muitas e muitas festas. Não falo apenas nos cães. Falo dos gatos, dos papagaios, até das tartarugas, rãs e piriquitos.
Antes da asneira, que tal pensarem se eles vos fizessem o mesmo? Não gostavam pois não!? Antes de matarem os pobres animais, só gostava que as multiplas camaras municipais, dessem um choque mortal aos donos. Podia ser que percebessem finalmente o significado da coisa.
publicado por Psyhawk às 20:26

24
Ago 05

Gwen.jpg


Foi com algum medo que agarrei no CD...


Os No Doubt sempre me surpreenderam pela positiva...embora deva reconhecer que por vezes me cansavam pelo ritmo constante e pela falta de imaginação em alguns temas... por isso temia que Gwen Steffani tivesse apenas reiventado o género, mas sózinha. Enganei-me para minha felicidade.


Love, Angel, Music, Baby é uma pérola no meio de tanto lixo pop, rock etc, etc...


 Se o primeiro single What You Waiting For, não era exactamente uma obra prima, embora demonstrasse que Gwen estava a fugir para bem longe do que haviam sido os No Doubt, a segunda investida mostrou que a cantora estava muito além disso. Ao lado de Eve, brindou-nos com uma produção de Dr.Dre a que deu o nome de Rich Girl. Pop explosivo, que agarrado a uma produção R&B das melhores transformou esta embaralhado sonora num hino que as discotecas, durante a primavera não conseguiram resistir...nem eles nem as meninas que nelas andavam...afinal, quem é que não quer ser uma Mulher Rica?...


E depois este single abriu as portas para a obra prima que é Hollaback Girl, uma investida no seu lado mais teenager, e mais Cheerladear. Os Netptunes emprestaram-lhe uma mão e ela conseguiu o corpo inteiro. É difícil sumplantar este monstro que puxa qualquer um para a pista de dança de tão perfeito que é... E depois há ainda Cool... palavras para quê... simplesmente soberbo.


Claro que como todos os CDs há sempre uns fill ins, que aqui também estão presentes com Harajuka Girls e Bublle Pop Electric... felizmente há The Real Thing- uma ode aos anos oitenta feita com acordes à lá New Order do melhor que há-, Serious, outra visita aos anos oitenta com Danger Zone e a loucura perfeita que é Long Way To Go.


Perfeiro....


Era tão bom que tudo fosse assim!

publicado por Psyhawk às 21:23

Nos últimos tempos reparei que gritar no metro é não algo que deve acontecer, apenas naquelas curvas em que o bicho xia até mais não, mas sempre. Não percebo se é uma nova tradição ou se é algo que eu nunca tinha descoberto, mas nas últimas semanas tenho reparado, que se se está no metro em grupo tem que se gritar o mais alto que se puder. Mais... se se tiver mais de 40 anos, for um grupo do sexo feminino, de profissão pouco perceptível então além de gritar que nem uma possuida, deve igualmente fazê-lo sobre temas tão simples e banais como mestruação, tempo que o marido lhe deu na cama, naquela manhã, o membro do Jude law (saiu em tudo o que é revista o tamanho da coisa e anda tudo o que é mulher a discutir o assunto)...
O que sei é que quem não leve o walkmanzinho, o diskman ou o leitor de mp3...tá lixado! É que não há comprimido que cure este tipo de surdez!
publicado por Psyhawk às 21:03

23
Ago 05
Além de estar farto de viver nesta miséria que é Portugal, que nunca mais ninguém vende a Espanha ou a qualquer outro pais europeu mais civilizado e interessante, onde as coisas funcionem, a 100 por cento e sem glitches idiotas, estar doente quando se é jornalista é absolutamente estúpido e irritante...
Razão: porque mesmo qundo precisamos não consiguimos deixar de trabalhar!...ou então eu trabalho no sítio mais desorganizado ao cimo da terra. E sabendo do que estou a falar, provavelmente até é verdade!
É que sabendo-me doente, e pela primeira vez ausente do tarbalho, apesar de há já uma semana o merecer, foi como se estivesse estado lá das 10 ás cinco da tarde...deram-me mais meia hora para dormir e toca a chatear o tipo. É que o meu telefone não parou de tocar nem um minuto que fosse. Parecia possuído ...e a chamada, regra geral, vinha sempre do mesmo lado: Workplace! Quer fosse para saber do telefone de uma pessoa, o que é que ela fazia aqui ou ali, quem andava com esta ou aquela, ou até um nome de um filme...tudo serviu para me encherem a mioleira. Pior, num dia em que estava proibido pelo médico, de falar muito, acho que, apesar de ter explicado logo ás 10 da manhã, se não tivesse adormeceido pelas 4 da tarde, estava definitivamente sem voz, pois entre as 12 e as 16 o telemóvel tocou umas 40 vezes.
Será que além de idiota este pais não sabe viver sem mim durante umas horas? E atenção que nem é dar-me demasiado valor...é só para que percebam o quão desesperado cheguei a ficar!

Estou tão cansado do que faço que acho que para além de rifar o pais vou rifar a minha situação trabalhistica. Só assim terei paz e sossego!
Larguem-me cinco segundos oh colas!
publicado por Psyhawk às 21:04

22
Ago 05
Eu sei que o tema está estafado, mas a verdade é que não há melhoras para o doentinho aqui do bairro...
Vejamos como tudo começou...faz hoje 12 dias comecei a desenvolver a minha querida asma que culminou na passada terça feira. Quando julgava eu totalmente recuperado eis que a gripe aproveitou-se e tomou conta de mim, a que se juntou uma enrome dor de cabeça, e de garganta. E quando finalmente parecia já nada mais me poder acontecer,eis que chegou uma conjuntivite mortal que me deixou os olhos numa vergonha a ponto de ontem quase não os abrir.
Querem ainda mais? É que eu não!
Vá de retro satanás...

Ahhhh e para cúmulo o meu posto de saúde, por falta de, dizem eles, pessoal do secretariado, não tem aberto as portinhas por isso tenho-me arrastado até aos nosso magníficos hospitais, tenho passado pelas triagens, que são sempre uma aventura, para depois de 4 horas ser atendido em 5 minutos, por uma coisa de nada.
Rifem este país...
Não sei é a quem, pois quem é que queriam comprar esta miséria?
publicado por Psyhawk às 20:41

19
Ago 05
Achei que era precisa uma justificação pela minha ausência. Esta é a razão. Não tenho forças para escrever às quinhentas da noite, por isos não tem merecido da minha presença... mas voltarei em breve...prometo! assim que o cérebro voltar ao lugar... e não, não vai demorar!
publicado por Psyhawk às 17:03

12
Ago 05
Não vale a pena escrever mais nada
You know why....
publicado por Psyhawk às 00:17

09
Ago 05
Ora chove...ora tá sol...
Será que o Outono anda a seguir a moda portuguesa e também se quer antecipar? É que quem já viajou, nem que seja 5 segundos pelos centros comerciais já verificou que anda tudo la dentro cheio de frio e que ja esqueceram que ainda há uns dias estiveram 41 graus. Nas montras há uma amostra de camisolões, casacos de manga comprida, botas e afins...Tá tudo louco? Ainda faltam não sei quantos dias para o Outono e já o andam a chamar? Estejam lá queitinhos e deixam lá o sol brilhar.
publicado por Psyhawk às 21:41

TENHO MUITO SONO!
DEVIA SER PROIBIDO TER QUE TRABALHAR TÃO CEDO!
publicado por Psyhawk às 08:58

Agosto 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
13

14
15
16
17
18
20

21
26
27

28
29
30


subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO