Onde todos podem uivar o que quiserem... vejam por mim!

06
Mai 07

 

Confesso que nos livros aos quadradinhos nunca fui um fã do Homem Aranha. Nunca lhe achei aquela magia. Faltava sempre ali qualquer coisa. Lembro-me que aos 12 ou 13 anos comecei a fazer colecção de BD, e o Homem Aranha, então, explodiam ainda os anos oitenta, chegava a mim em brasileiro. Porém só era comprado, não porque derrotava os seus inimigos com piadas e uns bons murros,  mas porque entre as perto de 120 páginas, constavam por lá as histórias do Quarteto Fantástico. Eram aqueles quatro seres que me faziam gastar 130 escudos e me faziam viajar na imaginação. O cabeça de teia, era engraçado, não nego, mas áquem do que eu esperava.

Por isso quando o primeiro filme apareceu temi, ao contrário do que tinha acontecido com os X-Men, que também fosse achar que ali faltava qualquer coisa. Enganei-me...

Agora, vários anos passados desde que Tobey McGuire aceitou o fato, é-me impensável não assistir, de camarote, logo no primeiro dia, ao filme do aracnedeo mais popular do mundo.

 

Para quem gosta de acção, boa história e personagens que valem mesmo ouro, está aqui um filme perfeito para uma tarde ou noite de domingo...ou sábado...ou meio da semana. O combate entre o bem e o mal (interno e externo), a luta pelo amor, a amizade... temas universais e tratados aqui não de forma infantil mas com cabeça, tronco e membros.

Um filme a não perder!

publicado por Psyhawk às 23:56

Maio 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
12

17
19

20
26

29


subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO