Onde todos podem uivar o que quiserem... vejam por mim!

30
Mai 07

Há momentos que as pessoas deviam fechar a matraca. Era preferível o silêncio opressivo ou o barulho louco. Mas aquelas palavras podia estar guardadas. Dentro de uma caixa...de preferência no fundo de um oceano profundo!

São erros...sim, eu sei, mas será que há direito de dizer barbaridades aos gritos?

É como anunciar que pretendemos casar e na realidade a traição é o que mais abunda; Que somos ambientalistas e na realidade passamos o tempo todo a atirar papeis para o lixo...e até temos aquele casaco de raposa guardado no guarda-fato; Que queremos ter filhos mas não suportamos qualquer brincadeira mais infantil...

Há muitos...

Uns gritam-nos aos sete ventos, mas como são anónimos, passam relativamente em branco. Outros são juízes...

E esses sim, devem guardar as suas rídiculas opiniões para si mesmos. Ou melhor...nem as devem ter!

Há um senhor, que tenho a certeza que, apesar de fazer parte da magistratura portuguesa, sofre de sérias perturbações mentais. Vai dai, resolveu escrever um acordum sobre um caso de pedofilia.

Nesse papelito, que tenho a certeza tinha várias páginas, mencionava  um caso muito especial. Referia-se à violação repetida de  um rapaz de 13 anos por um velho nojento, de uma qualquer localidade perturbada desta pobre e estranha nação!, No dito papel, aquele famosos juiz, apregoava aos sete ventos que o pedófilo em questão, que molestou acriaça do sexo masculino não devia ter sido condenado a oito anos (que sabemos ser uma imensidão) mas sim a cinco. Por uam razão simples... é que o rapazito, quando estava a ser violado teve orgasmos e até erecções. Sinal por isso...de prazer!

Atenção, que continuamos a falar de uma violação... repetida...coerciva e exercída através do medo.

Mas como ele teve erecções e até já tem 13 anos... o pedófilo nem tinha feito assim tanto mal!

Aqui ficam umas perguntas para este senhor juíz. O senhor sabe o que quer dizer violação? Sabe o que é coerção? E como reage á simples imagem de um velho a manter realções sexuais, não concensuais, com um menor... uma criança?

Para si...pelos vistos está tudo ok!

São opiniões ridículas como esta que me espantam.

Ainda para mais, penso eu, vinda de uma pessoa que, deveria ter alguma cultura, e não um punhado de merda na cabeça.

Será que ele concluiu que o rapazito gostou?

Será que este juiz está mesmo bom da cabeça? Temo que não!

Só não sei o que é que ele ainda faz na magistratura nacional.

Alguém lhe oferece um tiro de mesericórdia?

 

publicado por Psyhawk às 21:42

Maio 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
12

17
19

20
26

29


subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO