Onde todos podem uivar o que quiserem... vejam por mim!

29
Out 06

Estive três dias enfiado numa sala de cinema. Andava-me a apetecer tanto que não consegui resistir e fui três vezes visitar a sala escura. Ponto negativo para os adolescentes em duas destas minhas visitas, que deviam ser mortos à paulada. Felizmente a intervenção dos pica bilhetes ao fim de cinco segundos evitou banhos de sangue, que podiam ter sido inevitaveis. Adolescentes deviam também ser proibidos no cinema, a não ser que se soubessem comportar!

Filmes vistos

Filhos de Homem- Alfonso Cuarón, dá-nos uma visão negra do mundo, em especial de uma Inglaterra fascista, à la V de Vingança. Um mundo devastado, crú e sem vergonha. A história é contada sem moral, de forma fria, onde  mutilados, mortos e afins são vistos como meros momentos de um filme pontuado por muita tristeza, e uma boa presença de Clive Owen que, para mim, é realmente o verdadeiro Bond. Vale a pena ver pelo lado brutal como a história é contada... não esperem sobreviventes! Quem esperava ver muito da Julianne Moore, engana-se redondamente.

The Devil Wears Prada- Sem dúvida um dos melhores filmes do ano. Anna Athaway e Meryl Streep brilhantes nos seus papeis. Um filme realizado com um gosto como poucos (e com uma banda sonora que se cola na perfeição às acções dos personagens), que mostra a veterana num dos melhores papeis de sempre. Simples, sem pretenções o mundo da moda é mostrado sem contemplações. E reparem que há ali muitas verdades a serem ditas, especialmente pela cruel Meryl Streep. Caros ex ou actuais Impalanos verão ali a presença cruela bem marcada. E realmente...o diabo veste mesmo prada!

Alex Rider, Teen Spy- Em Inglaterra foi apresentado como uma versão jovem do James Bond. O seu alvo, adolescentes que não tinha visto Sean Connery, Roger Moore, Pierce Brosnan e Timothy Dalton a fazer do agente mais carismático de sempre (o Gorge não sei quantos não conta porque aquele filme para mim não pega apesar de ter cenas em Sintra!). E é isso que o filme tenta mesmo ser. Breves aparições de Alicia Silverstone e Ewan McGregor tentam dar um sabor a um filme semsaborão, chato e com biliões de buracos na história. Há cenas penduradas como se na edição alguém se tivesse esquecido e apagado partes do filme. Uma desgraça. Um pré bond muiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiito mau!

publicado por Psyhawk às 10:37

Outubro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
13
14

16
19
21

22
26
28

31


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

3 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO