Onde todos podem uivar o que quiserem... vejam por mim!

07
Jun 07

 

O tema promete não é?

Mas a verdade é que me anda a fazer especie sarna da caximónia!

Quando é que devemos optar entre uma coisa e outra? Quando podemos ter as duas? E porque raio não se associam de uma vez?!

O dilema parace meio parvo- já estou a ouvir para ai gente a dizer sex, sex, sex- e ainda nem ouviram a história como deve ser.

Atão vamos a isso.

Imaginem- sim, eu sei que é tarde mas vocês conseguem...se eu consigo, nesta altura do campeonato, o resto do mundo consegue- que são amigos de uma pessoa há uns anos. Essa pessoa, óbvio, é do sexo oposto (ok... quem quiser aqui pôr do mesmo sexo também pode pois aqui não há sexismo).

É alguém com quem criaram uma certa cumplicidade, um certo não sei quê. Falam com a pessoa quase diariamente. deixam ali por vezes algumas confissões, ou é com ela que partilham coisas rídiculas como uma ida à discoteca ou até ao café. É uma amiga. Uma grande amiga.

O pior é quando os neuróniuos deixam de funcionar.

Meio paralisados pelo cansaço- eu acho- começam a desenhar cenários estranhos. Nessas imagens- quase pornográficas digamos a verdade-  o nosso querido cérebro desenha, entre essa pessoa e nós...isto é...eu...,há mais que amizade. Há isso e por vezes uma camita...um espalhar de roupa pela casa...pelo quarto...por um jardim...eu sei lá (faze pausa para os neurónios pararem de enviar mensagens disparatadas!).

O pior é que esses momentos complicados- é uma forma de dizer- começam a fazer sentido na cabeça... na minha cabeça.

E subitamente começamos a ver naquela pessoa, que até ai foi só e apenas amiga, algo desejável...comestível...enlouquecedor.

Parece que não é impossível nãop pensar nela a torto e a direito, mesmo quando não há razão para isso. Pior, não sei o que fazer na próxima vez que a vir.

Tão a ver o drama não estão.

Óptimo, porque ela não e eu não sei se isto é do cansaço se estou a dar mesmo um nó no cérebro?!

Já pensei em arriscar e meter-me e já pensei em estar quieto, porque do outro lado os sinais são mais que nulos. E depois a amizade tem um valor muito especial e que transcende tudo o resto!

 

Uma coisa é certa...esta coisa da amizade e do sexo tem muito que se lhe diga. E acho que regra geral é mau.

Porque para quê estragar uma boa amizade por uma boa queca?! Mas e se a queca for mesmo boa!? E se dai até resultar algo mais?! Mas e se essa algo mais for um grandessissimo estalo na cara.

PRECISO DE FÉRIAS!

E não quero arruinar nem o meu desejo nem esta amizade...

Tou lixado é o que é!

Alguém sabe de uma ponte para eu me atirar?

(PS- Caras amigas e visitantes, por muito que imaginem que são vocês, a verdade é que eu conheço mil e uma pessoa e algumas nem sabem que há 3 anos vomito a minha vida para este espaço! Santas sejam!! Por isso don't preocupate. Além disso tenho a certeza que isto passa. Eu conheço-me!)

publicado por Psyhawk às 00:19

5 comentários:
Ó pá, o pessoal já aqui a fazer altos filmes e tu cortas logo a fantasia com aquele PS, pior que um aviso nos maços de cigarros. Deixa lá, teremos sempre uma amizade especial. LOL .

Mas a sério. Avalia a bem a situação e só mesmo em caso de não haver retorno é que deves mencionar o que sentes. Isto das amizades misturadas com sexo é um dos temas mais complicados possíveis e para todos os que ficaram bem há uma percentagem igual que ficaram a "bater mal". Por isso, cabeça no lugar, rapaz!
Bjs
rocket woman a 7 de Junho de 2007 às 10:20

sem comentar o teu drama, que é teu e só tu o poderás resolver (ou ele próprio se resolve por si próprio...), apenas te digo que adorei ler a tua história. Parece um bom episódio de uma boa série daquelas romântico-cómicas. ;)
heartbreaker a 9 de Junho de 2007 às 00:41

Meu caro amigo, isto de alguém que já trilhou esse caminho de forma desastrada, um conselho: respira fundo. Ok, eu tive boas, excelentes, desculpas (como sempre) para fazer o que fiz mas...bem, isso é outra história e, no que me diz respeito, fechada, mas insisto: respira, pára para pensar e depois vai em frente e fala com a dita cuja. Porque se actuares depressa salvas a amizade, ou então...podes ter uma surpresa. Agora, faças o que fizeres, certifica-te que do outro lado: a) A outra pessoa sente o mesmo; b) É mesmo tua amiga; c) Vale a pena o esforço.

É que às vezes temos desagradáveis surpresas.

Been there, done that. Abraço
Carlos a 9 de Junho de 2007 às 18:01

Ora bem... posso dizer que tenho alguma experiência nessa matéria! ;)
Se ela for mesmo tua amiga, não vai deixar de o ser só porque tu mostraste que querias algo mais. Podes vir a ter uma boa surpresa , como já disseram em cima, ou, então, o máximo que pode acontecer é levares uma "tampa" (estou a fazer figas para que isso não aconteça", amigo) e teres que alugar um filme porno para satisfazeres esses teus intimos desejos!
Vai em frente, mas com jeitinho! Não te atropeles...
KCPowerpuff a 13 de Junho de 2007 às 13:08

gajo, tenho alguns amigos que outrora foram casos!!! mas la esta, ainda n eram amigos, lol. assim acho q uma amizade deve (tentar) falar mais alto. Ou entao, é ter mt jogo d cintura, matar o desejo e preservar a amizade em grande estilo "foi optimo, n s fala mais nisso, back to where we were". beijo enorme
rita a 16 de Junho de 2007 às 13:07

Junho 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15

20
23

24
30


mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO