Onde todos podem uivar o que quiserem... vejam por mim!

17
Jun 07

Era sobre esta palavra que falavam hoje na rádio, quando há pouco cheguei  casa. Amigos.  O que são, quem são, porque o são, como o são...???

A verdade é que há mil e um conceitos sobre esta palavra. E cada um aplica-se a diferentes épocas da nossa vida.

No início, quando ainda só pensamos na brincadeira, os amigos são aqueles com quem compartilhamos as primeiras brincadeiras com carrinhos ou bonecas.

Quando a adolescência se encaixa, amigos são os que estão nos dias de crise (que são sempre muitos e infindáveis), nos de copos, que servem para confissões e para longas gargalhadas. São ainda aqueles que escapam a tornar-se a nova paixão.

Depois chega-se à Universidade. O conceito pouco mudou, apenas somos mais esquisitos a escolher. As pantufadas já foram algumas e por isso queremos só o creme de la creme. Queremos alguém com quem consigamos falar seja um dia bom ou mau, faça chuva ou sol. Queremos que não seja dependente, mas que necessite.Queremos que não nos cobre mas que saiba que deve... torna-se complicado escolher! Mas os que sobrevivem a tudo são do melhor!

E depois chegamos à fase adulta. Os verdadeiros amigos sobreviveram to trial and tribulations e são agora uma macheia mais eclética. São também mais abertos, sinceros e sabem quando nos aturar e nos fazer ouvir... afinal chegámos á fase adulta, a da responsabilidade e da sabedoria de chinelo!

Então o que fazer quando um amigo se tresmalha? Desaparece? Quando não está nem para os dias bons nem para os maus? Será ainda amigo ou terá descido á categoria de conhecido? E se quando o descobrimos, verificamos que esse amigo, desapareceu por razões pouco claras? Perseguimos, deixamos, ou verificamos antes de o abordarmos?

Ao longo da vida tenho um ditado que mantenho, não importa o tempo que vai passando: Os amores vão e vem mas os verdadeiros amigos estão sempre lá... para os bons momentos, mas especialmente para os maus!

Já me acusaram de ser parvo em escrever e dizer frases como esta mas a verdade é que mantenho tudo o que disse e escrevi ao longo dos meus quase 33 anos de vida.

Por isso mesmo acredito que há amigos para sempre-

 

 

publicado por Psyhawk às 20:16

5 comentários:
Será..??
Nina a 18 de Junho de 2007 às 01:13

é claro que há amigos para sempre... o problema das pessoas muitas vezes é que cobram demais, quando na realidade elas dão de menos... a amizade não se cobra e a verdadeira amizade, na minha opinião, é quando estás semanas sem falares com alguém a quem chamas amigo, mas sabes que ele está lá para qq coisa e que quando falam, na realidade, é como se a última vez que o tivessem feito tivesse sido "ontem"...
belita-party Girl a 18 de Junho de 2007 às 10:25

Creio que esta história da amizade é algo demasiado complicado para se reduzir a meia dúzia de frases. Concordo que haja amigos para sempre, até porque os tenho e ponho as minhas mãos no fogo por eles, cm ponho por mim, sem qualquer dúvida nem receio. No entanto, discordo da Belita... a amizade cobra-se, mesmo que a cobrança seja feita de uma forma mto subliminar. Afinal de contas, ninguém dá nada sem receber em troca. Ninguém dá provas de amizade, se também as receber.
AnjINHA Endiabrada a 18 de Junho de 2007 às 11:54

Os verdadeiros amigos estão sempre presente, mesmo quando não estão...
Magnólia a 18 de Junho de 2007 às 12:31

Party Girl, gostei muito das tuas palavras.
Há Amigos para sempre e mais: até há Amigos com os quais nos podemos zangar, mas que estarão sempre no nosso coração.
KCPowerpuff a 18 de Junho de 2007 às 21:25

Junho 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15

20
23

24
30


mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO