Onde todos podem uivar o que quiserem... vejam por mim!

14
Jul 07

Não, não vou falar do meu lindinho branco, cheio de canções maravilhosas que me alegram o dia. Não...em vez disso venho aqui vender o meu peixe, ou seja aquilo que ando a ouvir. São cinco disquinhos maravilhosos, que me levam daqui para o trabalho, e de lá para casa...ás vezes até mais longe.

Comecemos então

 

 

Ora pois é. Lembro-me quando ouvi, há uns 3 anos, o primeiro disquinho desta moça que lhe vaticinei um prazo de validade não superior a 6 meses. Enganei-me. 2 Cds depois aqui estou eu a bater palmas a um dos melhores discos de verão deste ano. Good Girl Gone Bad, um loga duração entre o pop e o R&B que mostra que Rihanna deixou de ser uma menina vinda das caraíbas com uma vozinha de deitar fora, para se tornar numa vixen capaz de gelar o mais céptico. Sensual, sexual e diabólica, esta jovem transforma qualquer som numa agradável visita às pistas de dança mais quentes do planeta. The Shut Up and Drive, passando pelo contagiante Don't Stop the Music, o efervescente Rehab e claro o gigantesco êxito Umbrella ao lado de Jay-Z. Tudo são pérolas que não se podem perder! Porque este é um disco de uma jovem que passou de boa a má, o prémio máximo que lhe podemos dar é mesmo considerar este disco um verdadeiro orgasmo.

 

 

 

No polo oposto de Riahanna está Kelly Clarkson. Depois de ter passado mais de 2 anos a fazer-nos saborear os diversos singles pop/ rock de Breakaway, Kelly resolveu lançar-se num novo longa duração e mudar de vez a sua carreira. De fora estão os êxitos fáceis e de ouvido à banda que a rádio devora em minutos. E se inicialmente é um disquinho de difícil ingestão, à medida que ele vai tocando vai-nos mostrando que está cheio de maravilhosas melodias que só poderiam ser possíveis graças à poderosa voz de Kelly. My December, este terceiro disco da primeira vencedora de American idol está cheio de perfeições: veja-.se o tortuoso single Never Again, o inebriante e stadium ovation One Minute, o triste Sober ou os independentes Judas e Haunted. Para quem quiser experimentar um som mais sério, mais Evanescencee e mais adulto.

publicado por Psyhawk às 11:38

1 comentário:
E o último do Abrunhosa? Está excelente!
Actriz Principal a 16 de Julho de 2007 às 20:20

Julho 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
13

18
20
21

23
25
26
28

29
31


mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO