Onde todos podem uivar o que quiserem... vejam por mim!

20
Ago 07

O que é a verdade? É a história que contamos como foi, a versão que dela fazemos, o que ouvimos dizer ou os factos nús e crús? A verdade é algo que fica ai no meio, escondida e muitas vezes irreconhecível. Todos nós temos a certeza de a conhecer, mas muitas vezes ficámos bem longe dela.

Contamos isto ou aquilo, porque foi o que concluímos, mas na realidade o que desenhámos como verdade não passa de uma grande mentira. Faltou-nos qualquer coisa...talvez mais factos, mais verdades, mais qualquer coisa...

O que acontece de seguida são desconfianças, diz que disse, encontros, desencontros, gritos, conversas...tudo para apurar a pureza das palavras. A verdadeira verdade!... Para na realidade, todos concluirem que ninguém, realmente sabia o que se passara, e que todos tinham apenas uma versão...a de cada um. O que não era uma mentira...apenas não era o que realmente acontecera.

Na política isto é um jogo. Na vida uma armadilha

Estas coisas tomam proporções mais aborrecidas quanto se trata do campo amoroso.

Quando duas pessoas competem pela atenção da mesma pessoa. Ambas tomam a iniciativa de falar da verdade... muitas vezes mentindo redondamente. Outras decidem falar das mentiras dos outros, por vezes acertando na verdade, mas outras atirando mesmo ao lado. Há ainda quem aposte em esperar para ver o que acontece e fazer todos pagar, como se aquilo não fosse mais do que um jogo da verdade ou consequência.

Uma idiotice.

 A verdade é que ninguém sai a ganhar. Todos perdem. Uns amores, outros amigos e outros simplesmente a vergonha da cara. Mas todos perdem...mesmo quem assiste de fora e não devia tomar partidos.

Ou seja...não se anda a aprender nada com os políticos!

publicado por Psyhawk às 22:09

4 comentários:
Faço tuas as minhas palavras. :-)
Kitty a 20 de Agosto de 2007 às 23:11

Esta história das verdades e diz-que-disse é uma merda!
O pior é quando as pessoas falam daquilo que não sabem ( e agora deixa-me lá aproveitar o direito de antena para despejar a minha irritação!) mas adoram falar, falar, falar...!
E depois, o mais engraçado, é falarem dos outros e distorcer as coisas, de forma a enaltecerem-se a si mesmas!
E quando chegam ao pé de ti e dizem "olha, aquele fulano ou beltrano disse isto e aquilo de ti..." e tu vens a saber que foi essa mesma pessoa que disse?
Ahhh! E quando tu confias algo muito pessoal a alguém, pedes para não comentar o a assunto e 2 dias depois só falta sair no C.M?
Ahhh! E quando te dizem uma coisa pela frente e outra por trás?
Ahhh! E.... bom, esquece, senão isto fica maior que o teu post!

É... as supostas verdades são mesmo uma grande merda!

Ana a 21 de Agosto de 2007 às 00:52

Este teu post podia passar na Euronews na parte do "No Coments" já que é tão bom que tudo o que se acrescente vai ficar aquém...

A verdade depende sempre da percepção de cada um. O que para mim é uma coisa normal para outros é algo extraordinário e fora do comum.

Gosto de pensar que os amigos não mentem mas sim têm uma percepção diferente da minha mas às vezes é díficil.
Depois é como dizes, TODOS perdem, mesmo aquele que mente e que pensa que está a ser mais esperto que os outros.

Um abraço,
Blade a 21 de Agosto de 2007 às 02:25

Pois é, já tudo foi dito. A verdade duns, não é a verdade doutros. Não te lembras, daquele jogo do telefone, exemplo prático para explicar o nascimento do boato? É que é mesmo assim: quem conta um conto, aumenta um ponto. Faz parte natureza humana. Por mais objectivos que tentemos ser, há sempre um carácter subjectivo naquilo que reproduzimos.
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Pois é, já tudo foi dito. A verdade duns, não é a verdade doutros. Não te lembras, daquele jogo do telefone, exemplo prático para explicar o nascimento do boato? É que é mesmo assim: quem conta um conto, aumenta um ponto. Faz parte natureza humana. Por mais objectivos que tentemos ser, há sempre um carácter subjectivo naquilo que reproduzimos. <BR class=incorrect name="incorrect" <a>Bjks</A> <BR class=incorrect name="incorrect" <a>Su</A> <BR>
Su a 21 de Agosto de 2007 às 18:53

Agosto 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

13
14
16
18

23
25

27
28


mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO