Onde todos podem uivar o que quiserem... vejam por mim!

20
Nov 07

Eu realmente meto-me em cada uma.

Era isto que ia contar aqui ontem até o servidor do Sapo- que é anunciado na televisão como sendo uam coisa do outro mundo-  lhe ter dado uma sulipampa. Vamos ver se hoje não repete a façanha.

As Viagens na Minha Terra, aquele livro famoso de Almeida Garret, fala de muita coisa, mas não fala da Ribeirolândia, que embora seja longe, uma hora e meia de avião, faz parte do nosso Portugal.  Porém compreendo a ausência de qualquer conto sobre o local na altura do senhor Garret.... é que o local faz tremer até a Bruxa Mim, de tão feio que é! brrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr

É uma viagem acidentada e não muito saudável. Posso mesmo dizer que parece interminável.

E a comida...oh sen hores a comida! Apesar de apelidada de chique e de ser servida- segundo ouvi dizer de forma original e com requintes, de malvadez claro- está armazenada logo ali ao lado da casa de banho. Portanto podem ver o cheirinho que lá chega. E a higiene que é! Mas o avião é pequeno e temos que compreender...de alguam forma o drama do armazenamento...

No entanto o melhor que se ganha de comer neste vôo é uma bela intoxicação alimentar.

E depois chega-se

A Ribeirolândia, como devem calcular não é propriamente bela. Aliás, se há sítio feio, com gente feia, sem dentes, ordinária e rasca é este. Não há mesmo pior...e se há está debaixo de uma pedra qualquer guardada por guardas que não os deixam escapar.

As minha viagens obrigam-me a conhecer estes locais.

A este não quero mais voltar!

Além de longe e com gente feia está munido de pessoas pouco humildes.

Porque elas não se convencem que são feias, ordinárias e rascas. Por isso andam por todo o lado a mostrar as suas belezuras... Especialmente elas, com o seu fio dental rosa choque, por fora das calças- óbvio- que aliado a um top qualquer de um tom berrante, mas curto, serve igualmente para mostrar as gorduras ganhas nos últimos 5 anos. mas tudo faz pandam...embora não da melhor maneira Há ainda o problema da maior parte delas paracer que saiu de uma mesa de operações e que acabaram de mudar de sexo.  É um pavor só de olhar...e quem consegue só a casa de banho mais próxima ajuda a limpar estas imagens.

Eles também não são melhores. Os dentes ficaram em casa e o bafo assusta até uma doninha mal cheirosa. Bebem minis atrás umas das outras e olham todo o rabo de saia que lhes passa á frente. Mas compreendo.. é que lá na terra não há muito melhor!

Felizmente a viagem a Ribeirolândia não é demorada e o trabalho, obriga-me a voltar apenas umas horas depois. Afinal há muito para escrever no dia seguinte. Mais uma vez o avião. Mais uma vez fome. Ainda tento um cachorro quente, até a vendedora da loja me avisar que vem tudo com molho de bife. brrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr. Agradeci e fui para o meu Vôo...que não foi calmo. É que quem sai da ribeirolândia vem sempore cheio de calor. E uma das passageiras...talvez duas porque não estava com atenção, resolveu que a temperatura do espaço era muito elevada, vai dai começou a tirar a roupa. Primeiro a saia, depois o top- e lá estava as gorduraças. E como naquele momento o avi~soa crculava ao som de Britney Spears, resolveu fazer uam especie de dança do varão, como se fosse a decadente artista . Dizem-me que tirou quase tudo...o que era permitido pela lei...mas nssa altura já só ambicionava que o vôo chegasse e que me dissessem boa viagem para desaparecer para a minha bela casinha.

Eu meto-me em cada uma!

publicado por Psyhawk às 11:38

1 comentário:
Olha que giro, neste dia tb apanhei um voo p o mm sítio e ainda hoje me pergunto pq raio é q fui perder tempo numa viagem ao indescritível. O q não se faz pelos amigos...

Bjkas
P. Gira a 21 de Novembro de 2007 às 20:03

Novembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

12
13
14
17

18
22
23
24

26
27
28
29
30


mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO