Onde todos podem uivar o que quiserem... vejam por mim!

17
Fev 08

 

Depois de um almoço em família dei por mim com 2 horas sem nada para fazer antes de regressar ao trabalho. Sim...até já ao fim de semana não me largam.

Assim e como estava na baixa, dei por mim a deixar-me perder pelas muitas ruas da capital.

Todos sabem que sou alfacinha de gema, e que adoro Lisboa, mas ontem, sem destino deixei-me vaguear entre lojas, ruas e ruelas sem destino. Foi uma espécie de transe que me fez andar, por aqui e por ali....

Durante anos ouvi as pessoas a queixarem-se de como a nossa baixa está a ficar despovoada e despersonalizada, mas foi exactamente o oposto que ontem encontrei. Da velhinha na janela, que procura a coscuvilhice do dia, ao vendedor das deliciosas castanhas, passando pelo homem estátua, e as lojas de criadores nacionais, uns caros outros nem por isso.

Pessoas em grupos, sozinhas, aos pares, centenas passeavam por aquelas ruas, umas de máquinas fotográficas em punho, outras apenas deliciando a vista com os próprios olhos. Todos sorriam...ou pelo menos aparentavam sorrir. Havia alegria no ar, como numa canção country de final de verão...apesar do sol estar a pregar partidas.

Foram duas horas de voltas e voltinhas que deixaram a minha cabeça mais clara.

Uma terapia que não custou um tostão!

publicado por Psyhawk às 12:11

1 comentário:
Muito gostas tu de deambular por aí ;)

Bjkas
P. Gira a 18 de Fevereiro de 2008 às 22:11

Fevereiro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
13
14
15

20
22
23

24
25
26
29


mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO