Onde todos podem uivar o que quiserem... vejam por mim!

16
Out 04
Não há mesmo paciência!

Tudo começou com uma massa guisada com frango. Inofencivo? Não, quando se come na cantina da Impala. (e o pior é que provar que elas tem tanto jeito para cozinhar como fazer acido sulfúrico é imposível... já lá vão umas mil intoxicações alimentares lá e a empresa da comida continua a mesma.)
Desde ai, que foi há dois dias atrás, o meu estômago anda em bandanas. Até que ontem se desfez...como num acto final, naquela palavra muito cuidada e usada no vocabulário português, em merda!
Posso vos dizer que não foi um espectáculo bonito, engraçado ou minimamente interessante. Além disso descobri que quando uma pessoa se sente mal na rua, ninguém quer saber. O primeiro pensamento que lhes ocorre, eu ouvi-o, foi: Lá está mais um drogado!
Digamos que a viagem que fiz ontem para casa, enquanto me desfazia não foi engraçada.
Hoje, e depois de horas a visitar a casa de banho estou um pouco melhor. Um pouco só. As coisas ainda estão meio baralhadas. A juntar-se a isso tudo 38 de febre não ajudou.
Não estou a escrever isto para me sentir coitadinho, mas porque estou a espiar 24 horas de agonia constante. Odeio estar doente!
publicado por Psyhawk às 11:05

3 comentários:

"é imposível ser um escêntrico inofenciso" :>

A comida tem as costas largas. Não será antess da Vodka?O Moralista
</a>
(mailto:omoralista@etica.org)
Anónimo a 19 de Outubro de 2004 às 20:06