Onde todos podem uivar o que quiserem... vejam por mim!

22
Ago 06

Pessoalmente acho que o atendimento na FNAC está a chegar aos níveis do Cup N'Cino. Mau, mau, mau, mau!

Não são todas as fnacs que passam por este mal, apenas a do Chiado. O grupo de empregados é composto por uma série de criaturas que julga ser o supra sumo na terra, que não tem que se incomodar em atender clientes só se dignando a prestar atenção quando chegam amigos, primos, familiares, ou daqueles wirdos com seis brincos, dez tatuagens e com gostos que, como dizia a minha tia, só lembram o diabo.

A restante clientela é tratada com desprezo, sarcásmo e cansaço. A ponto de gozarem abertamente com o pedido de um cliente. Já vi de tudo.

 Confesso que hoje quase estive para preencher o livro de reclamações do estabelecimento, mas depois arrependi-me. Agora vejo que fiz mal e devia ter mexido naquele livro que deve estar cheio de reclamações, pois se todos os clientes forem atendidos com o desprezo e má vontade com que eu hoje vi.  Eu sei que os Abba já não são música de agora, mas cada um tem o seu gosto. Agora gozar abertamente com as liberdades de um individuo nunca tinha visto...não daquela maneira. Garanto, que se fosse comigo ele já não trabalhava lá.

Uma tristeza.

publicado por Psyhawk às 22:47

Também já reparei que na Fnac do Chiado, e na do Colombo também, o atendimento é agressivo. Parece que estão constantemente com uma atitude "eu sou diferente e especial, por favor topem isso!".

Às vezes antes de ser atendido apetece-me dizer: "Já sei que és fufa e odeias homens e mulheres heteros mas trata-me com o mínimo de respeito, do mesmo modo que te estou a tratar a ti"
Rafael a 20 de Setembro de 2008 às 13:03

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


Agosto 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9

13
14
15
19

20
23
24
25
26

29
30


subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

3 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO