Onde todos podem uivar o que quiserem... vejam por mim!

09
Ago 05

ronaldinho.jpg


 


A semana foi dura.


Tinha levado a muita pesquisa, muitos telefonemas e entrevistas sem fim...


Tudo lentamente havia-se encaixado como as peças de um pequeno puzzle. Uns tinham peças que chegavam a medir dois metros...outros com apenas 50 centímetros faziam também os possíveis por se fazer notar. Todos no entanto tinham tido uma coisa: muito trabalho. A tarde de sexta feira esvaia-se lentamente e acabava, com quase 40 graus...o mundo inteiro partia para um fim de semana descansado, no Algarve ou noutra praia qualquer, calmo e calorento...excepto os advogados de Cristiano Ronaldo.


Foi com uma providência cautelar que impediram que mais de metade da imprensa deste país publicasse fosse o que fosse sobre a sua vida particular. Minto... não proibiram tudo. Segundo os próprios fizeram saber a várias direcções editoriais, queriam que todos os artigos onde ex-namoradas, ex-amantes, one night stands e afins, que dissessem algo meramente sexual sobre o rapaz- confesso que o que li não era propriamente abonatório, mas aos 20 anos ninguém se pode orgulhar de ser o maior garanhão á face da terra-  fossem obliteradas da existência... tudo porque o menino arriscava-se a perder muitos milhões de dólares, euros e libras em publicidade. E isso é que não podia acontecer


. Enquanto isso o pais ardia em chamas e a justiça estava-se literalmente a cagar!


A razão para esta providência cautelar é simples: o menino, aos 19 anos não soube meter o pirilau (e peço desculpa pela expressão) dentro das benditas calcinhas. Por isso,  toca de fornicar com tudo o que é ser do sexo feminino pela frente, sem olhar a meios, consequência sou fins. Havia era que satisfazer aquela curiosidade mórbida de saber quantas iria aguentar! Três, quatro, dez? para já o número não é ainda sabido...mas não deve tardar!


 Mas qual é a diferneça entre ele e cada um de nós? Sim, porque não queremos todos nós testar também a nossa potencialidade sexual algures pelo pais ou pelo mundo? Claroque sim, não sejamos hipócritas. Só que o menino Cristiano Ronaldo esqueceu-se de uma coisa muito simples, e que em Inglaterra e pela Europa e América fora se explica aos ditos famosos no dia em que os 15 minutos de fama começam a contar: seja o que for que vão fazer, tenham cuidado, porque se antes já todos gostavam de coscuvilhar a vossa vida, na vizinhança, agora o bairro aumentou de tamanho e passou a ser o mundo... e está muito  mais hávido de informação. Por isso antes de tomarem uma acção precipitada, pensem... com a cabeça de cima!


 Seja quem for que dirige a carreira do craque português explicou-lhe muita coisa excepto isto... por isso tudo o que é menina, com quem ele passou uma noite escaldante ou não, em roupa feminina, ou completamente nú, está pronta para abrir a boca, logo que sai do leito do jovem. Isto porque se não é sério, todos podem saber! 


 E como ninguém lhe explicou isso agora está a...f...der-se!


 Portugal pela primeira vez ia fazer um golpe de estado à pessoa particular de um craque. Mostrar que como todos nós, também ele tem pés de barro, que também cai e que por vezes não se levanta. Mas os tribunais não deixaram. Porque se a censura estava amarrada, pois o 25 de Abril assim tinha ordenado- com algumas excepções imposta spor um senhor Paulo Portas aqui e ali-  foi solta à custa de muito dinheirinho fresco vindo da Nike, BES e etc e tal. Foi vergonhoso ver-se atar a imprensa para que menino continue a fazer o e bem quer e lhe apetece sem ter conseqências. Ok...levou umas palmadinhas do BES... mas a factura lá chegou mais uma vez.


 Nem o Carlos Cruz teve tantos direitos como esta estrelinha. Por isso agora, bem amarradinhos os jornais e as revistas só podem dizer bem do menino. Pelo menos por cá...porque Vanessa Carlyle, Jennis Knightsbridge e umas quantas outras vão ser as capas da semana de uma série de revistas francesas e inglesas que começam brilhantemente os textos com frases do tipo:  Com a censura de volta a Portugal ou Com a imprensa amarrada na terra do jogador....


Não estou aqui a defender o acesso indevido á vida privada de cada um. Não! Também acho isso um exagero. Mas como foi tantas vezes dito no VH1.: no dia que te tornas figura pública tens que saber o que deves fazer em público e o que deves guardar a sete chaves com apenas algumas pessoas. E a cama muitas vezes é um local público, dependendo quem para lá levas!


Cristiano Ronaldo não o fez. Não o soube fazer.... e com este amarrar da imprensa apenas conseguiu que a atenção se virasse ainda mais para si. E não estou a falar no sentido positivo. Claro que não...


Não seria melhor entrar em litigio mais tarde, mostrando que as fontes estavam erradas, e que as lambisgóias não passavam de isso mesmo. Até ganhava umas masssas. Não... tinha que se optar pelo idiota, pelo que mais chamava a atenção... apenas se fez uma coisa: mostrou-se que o menino não tem tino, é inconsequente para lá da idade e que se prepara para uma vida infernal, pois se aos 20, estrela radiante é assim, imaginemos aos 40 quando já ninguém conseguir olhar para a cara dele e o rapaz, então homem, ainda quiser ser a estrela das providências cautelares que é agora!


ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh


Já agora...ele amarrar a imprensa conseguiu, mas não a televisão que tem enchido tudo o que é espaço para o cor de rosa com esta história... e se prestarem bem atenção, não é contra a imprensa que se estão a virar!


E por amor de deus parém de dizer: coitadinho do menino. Coitadinhos sim dos milhares que ficaram sem casa por causa do fogo; das centenas de milhar sem emprego; dos que não receberam subsídio de férias porque o patrão se pirou para as Bahamas (possívelmente com uma das lambisgóias que até já provou o futebolista), dos que não te o que comer. Quye engraçado...com esses não vejo a justiça preocupar-se... mas com o Ronaldinho...ai que até o vidro estala.


 

publicado por Psyhawk às 00:39

08
Ago 05
A verdade chega hoje á noite! prometo!
publicado por Psyhawk às 13:21

04
Ago 05
Confesso que gosto de calor, mas se as próximas semanas foram iguais ás de à dois anos atrás, que não baixava dos 36 durante semanas a fio...derreto.... e depois imigro para a Antártida!
publicado por Psyhawk às 21:34

03
Ago 05
Não estão fartos dos Cristianos Ronaldos e afins que dormem com uma e outra e temos que gramar constantemente com a vida amorosa delas.... ao menos podiam falam de outra coisa qualquer. Haja pachorra!
publicado por Psyhawk às 13:13

02
Ago 05

anjos.jpg


 


Não posso deixar de fazer uma viagem no tempo para falar do novo disco dos Anjos. Dos Anjos perguntam? Isso mesmo...e há uma razão para isso. Vamos lá então a um bocadinho de história. Pode ser...eu prometo não ser excessivamente chato...


O ano de 1998 foi crucial para um pais que sempre viveu musicalmente no passado.


O fenómeno das boysband - quer se goste ou não- explodia graças aos kitch Excesso, e a pérola, Eu Sou Aquele, que fica para os anais da história como a primeira canção teen pop portuguesa. Seja como for...um fenómeno que trouxe ao mundo uma série de bandas ridículas, quase risiveis de tão más e tão sem jeito que eram que tentavam agarrar aquilo que os outros haviam conseguido com um single apenas... porque o álbum...oh senhores, o album era de simplesmente fugir para bem longe! D'Arrasar, Milénio, Valentinos, são apenas alguns dos nomes que me passam actualmente pela cabeça quando se fala deste fenómeno em português. Mas houve mais! Muitos mais! Nomes e nomes sem conta. Até que na televisão surgiram dois rapazitos, ainda mal acabados de sair do final da puberdade que se intitulavam de Anjos. Ficarei era a primeira amostra do que queriam cantar ao mundo... e sem querer a primeira pedra para uma carreira que para já se mostra longa, proveitosa e lucrativa.


 Canções pop, que não se levavam a sério, cantadas com vozes fortes, capazes de algumas tropelias pouco usuais neste tipo de bandas, davam cor a músicas simples e doces, como Perdoa, Noite ao Luar e Quero Voltar. O primeiro disco, podia não ser perfeito, e estar cheio de fill ins, mas estava dado o toque de marcha que rapidamente eclipsou todas as outras banduchas que ou desapareceram no infinito das más canções, ou foram esquecidos -para nossa eterna felicidade- simplesmente porque nunca tiveram a capacidade de vingar! 


A  fórmula, arranjada mais uma vez pela NZ produções, era perfeita!


Os concertos esgotavam, e quando o segundo longa duração chegou aos escaparates das lojas, desapareceu como por magia tal era o sucesso da banda. Mais uma vez a fórmula era respeitada. Os videos, tornaram-se mais arrojados- a segunda versão de Perdoa regista-se como um dos videos mais boys band de sempre-  e apesar de em entrevistas rejeitarem por completo serem a típica bandita de rapazes, seguiam a fórmula, como no estrangeiro os Backstreet Boys ou os N-Sync faziam. A escala era menor... mas a forma de agarrar a fama e o público era a mesma.


 Quem ouvir, Tudo é um Sonho verá que se esta não é uma boa canção pop, então tem muito que aprender.


Mas as rosas foram e os espinhos ficaram.


Querer crescer é bonito, mas nem sempre resulta na perfeição.


Querendo demarcar-se dos primeiros passos dados entre 1998 e 2001, Espelho pôs os Anjos à guitarra. Uma tarefa quase bem conseguida, não fosse ter-se perdido a expontaniedade das canções... que é o que volta a faltar a este Alma,  o quarto disco de originais dos irmãos Rosado! Falta-lhe isso mesmo...alma! Não estou aqui a dizer que o longa duração não está bem feito. Longe de mim dizer isso porque nota-se ao primeiro acorde que estas canções foram pensadas ao pormenor. Realmente os senhores foram-se aperfeiçoando com o tempo, e até souberam seguir as tendências da moda, mas falta aqui qualquer coisa. Aquele pozinho especial que transforma um disco de razoável em perfeito.


É verdade que continua a haver espaço para os singles que ficcam no ouvido, como Escolher Viver e Perdi Parte de Mim... mas há aqui qualquer coisa que não resulta como antigamente. Há demasiado Bon-Jovi. É isso que se retem quando se houve o disco. Que há demasiado rock n'roll e arrisca-se pouco em outros territórios, preferindo-se a segurança de uma guitarra já velha e usada a algo mais diferente e quem sabe, mais electrónico. Parece que não se quis fugir das rádios FM. Sim, porque estas que inicialmente, lá no anos de 1998 lhes chamaram pimba, dois anos depois preferiram dar-lhes o cognome de mel...pois era isso que eles eram para os milhares de ouvintes anónimos, que compravam discos em massa sem se identificarem: mel... e esses anónimos ficavam à espera no carro ou em casa que a canção que tanto gostavam passasse, mesmo quando depois aos amigos não reconheciam ter apreciado uma banda assim... mas voltando á vaca fria...Alma prefere a segurança da rádio FM, a uma fuga para a vitória em outros territórios... Parece que os Anjos apenas fizeram aquilo que os americanos costumam dizer Going Trough the Motions... fizeram aquilo que sabem, mas para não perder fãs não se deixaram ir mais além.


Por isso a este disco faltam aqueles elementos que sempre foram especiais para esta banda:  alegria verdadeira... o sentido kitch e de não se levarem muito a sério, algo que se notava no primeiro e no segundo disco. E claro a última canção em português, Abre a Mão é mesmo um atentando.


Eu, acreditem ou não sempre defendi esta banda com unhas e dentes. Mas este disco, quer se queira, quer não é uma desilusão. Não porque não seja bem feito, mas está...só que demais! E tudo o que amadurece muito depressa acaba por estragar-se...


É uma pena...


Mas pelo menos, os apreciadores de pop fm vão poder deliciar-se... 

publicado por Psyhawk às 00:49

Descobri uma nova forma de me meter na vida alheia eh eh eh eh eh...é verdade, como se fosse possível que isso ainda fosse algo de estranhar!
Não que o faça com objectivo, mas por curiosidade cibernáutica.
Mas é engraçado enquanto viajamos pelas milhentas páginas que existem por ai, pertencentes ao novo clube da moda chamado Hi5...e subitamente, nas páginas de amigos que conhecemos há anos, damos de caras com figuras tão mediáticas como o nosso caro e simpático colega José Fidalgo, Núria Madruga, Marta Cruz e tantos e tantos outros. Com fotos a condizer, sempre as melhores, de preferência de agência. Não podemos é estar feios!E descobrimos que no meio de tantos amigos, há até conecções bem interessantes.
Se formos muito minuciosos e começarmos a ler o que há em cada página descobre-se cada coisa... Se a revista da cusquice quisesse ir mesmo mais longe, amiguinhos, amiguinhos...aqui estava a nova forma de cuscar! Não havia vidinha que aguentasse segredo.
Mas o que vale é que Portugal é um pais de brandos costumes, e onde se usa muito papel. Se não...tava tudo feito...
Hi5?
publicado por Psyhawk às 00:06

Agosto 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
13

14
15
16
17
18
20

21
26
27

28
29
30


subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

3 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO