Onde todos podem uivar o que quiserem... vejam por mim!

13
Fev 06
stupidgirl.jpg


A Pink começa bem o ano
Esta é a música da semana...
E o Vídeo...o Video
Brilhante!
publicado por Psyhawk às 22:09

Enquanto lia os blogs que habitualmente inspecciono diariamente, encontrei a história de um amigo meu que foi esfaqueado ao entrar em casa, simplesmente porque teve a "audácia" de não dar a carteira a um rapagão de cor que em vez de trabalhar para viver, gosta mais de matar para o fazer.
Triste, horriver e sem descrição. Felizmente tudo acabou bem, e o rapaz está bem...apenas, pelo que sei com uns pontos a mais. Felizmente a faca não foi longe e apenas o furou...ainda que assim eu já tenha ficado impressionado o suficiente, e a família pelo que sei, em choque! (Batata Frita és mesmo uma mulher coragem...e tu Pipo...ah Homem!)

É esta a cidade que queremos? Tenho a certeza que não!
Que tal então por por ai polícia ahmmmmmmmmmmmm?
Custa muito?????????????????????????
Ou querem que isto seja como em Itália...somos atacados e disparamos?
Pelos vistos anda-se a preparar um faroeste e ninguém avisou ninguém!
publicado por Psyhawk às 22:06

Rumor_Has_It.0.jpg

Engraçado, divertido, mas acima de tudo um filme de fim de semana.
O brilhantismo mesmo vai para a deliciosa Shirley MacLane...bravo!
O filme é fácil de perceber, mas melhor ainda para quem vir The Graduate...depois percebem. Divirtam-se!
publicado por Psyhawk às 22:01

loneliness.jpg

Com o passar do tempo chegamos à conclusão que não vamos viver rodeados de pessoas para todo o sempre. Acho que é esse o principal ensinamento que Crónus nos dá. Eventualmente a solidão apanha-nos, e quase sempre, desprevenidos. Quem estava cá deixa de estar. Os que nos davam atenção, passam a ter outras preocupações. E assim vemos a nossa vida andar lentamente por um caminho único, onde apenas o vento, as horas e o sol nos fazem companhia. Ao fundo ouvem-se vozes...mas com o tempo, vão sendo mais raras e, as que avisam estar para chegar, transmitem, eventualmente, estar ocupadas com outros afazeres e não nos podem dispensar aquele minuto. Estão a viver a vida delas! E assim vamos andando, estrada fora, lentamente, porque a pressa é inimiga da perfeição até lhe encontramos um fim. Ai, descobrimos, ainda que de forma etérea, que as vozes estão ali todas presentes... a maioria para dizer bem...outros para recordar o mal. Somos acarinhados e amados. Odiados e enjeitados. Mas só então lembrados!!

Sempre sonhei que a vida seria um mar de gente. O tempo ensinou-me que a maré está baixa e que a travessia de barco está cada vez mais díficil, por isso é melhor ir aprendendo a percorrer a vida só...
publicado por Psyhawk às 21:13

brokeback.jpg

Aquele que começou por ser descrito como o Cowboy Gay Movie, acabou por se transformar numa revelação sem par.
A beleza das imagens, a perfeição da realização, e o empenho dos actores em retratar um amor proibido, é sem dúvida sufocante e ao mesmo tempo brilhante. Ver dois homens impedidos pelas mentalidades do tempo e deles mesmos seguirem em frente com um romance proibido que nasceu do nada, numa montanha desolada, dá ainda mais calor a um filme que já de si é angustiantemente belo e sublime.
Ang Lee, o realizador e os actores Jake Gyllenhall e Heath Ledger souberam captar, sem dúvida, malícia ou exagero, a perfeição intrepretativa de um filme que, confesso, temi que não fosse senão mais uma espécie de gay parade... enganei-me e confesso que os dois actores, para já merecem a tal estatueta dourada que Hollywood gosta de premiar os bons desempenhos. Bravo!
publicado por Psyhawk às 21:02

Fevereiro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
17
18

21
23
25

27
28


subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

3 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO