Onde todos podem uivar o que quiserem... vejam por mim!

16
Jun 06

Finalmente...dentro de 25 minutos baso para um fds de sossego

Acho!....

LOL

publicado por Psyhawk às 17:35

15
Jun 06

Eu ajudo, confio, prezo e vou-me mantendo calado vezes e vezes sem conta. Afinal, quem sou eu para fazer comentários. Apoio sempre, apesar dos maus julgamentos, das más decisões, dos grandes saltos em frente e das grandes vitórias. O meu apoio está sempre lá...

...até me pisarem os calos.

Ai salto, esperneio e grito.

 Acusarem-me de interesse parcial é que não! (isto é para ti ou anel de saturno) Eu interesso-me sempre seja bom ou mau, porque quem sou eu para fazer julgamentos. Só não os façam é a mim...ai não dá para ficar calado.

Mas enfim, o homem aprende é com os erros. A mulher também!

publicado por Psyhawk às 16:15

14
Jun 06

Nunca mais é sexta

Nunca mais é sexta~

Nunca mais é sexta

Nunca mais é sexta

Nunca mais é sexta

Nunca mais é sexta

Nunca mais é sexta

Nunca mais é sexta

Nunca mais é sexta

Nunca mais é sexta

Nunca mais é sexta

Já deu para perceber que preciso de fim de semana, não já?

 

publicado por Psyhawk às 14:27

13
Jun 06

Pois já...e podia ter-se acabado antes...

Eu sei que, como todo o Lisboeta, quis ir dar uma espreitadela ás mil e uma capelinhas que vendiam sardinhas, bifanas e sangria, espalhadas pela velha capital. O pior foi que os bairritos de Alfama, Graça, e Castelo e etc, não estão adaptados a tanta enchente. Especialmente porque estão, constantemente em obras. Vai dai, quem se aventurou ao mesmo que eu na segunda feira, certamente viveu situações de apertos bem constrangedoras. Empurra daqui, esmurra dali...tudo para avançar uns meros 3 metros.

Não é que não me tenha divertido... mas este ano quase que fiquei lá!

publicado por Psyhawk às 20:26

12
Jun 06
Não sou apreciador de futebol, mas acredito que o mundo inteiro tenha parado para ver o jogo de pOrtugal. mas nem é isso que me vou por aqui a protestar. O que é mesmo mau são os outros programas todos, tipo enche chouriços, que todos os canais exibem, com entrevistas sem sentido, com reportagens inimagináveis, com debates que não lembram nem o menino jesus. E isto ainda agora começou. A SIC então está o desprezo total. E juntar a Fátima Lopes, a Maya, o Nuno Graciano e a Rita Ferro é de vomityar. Estão todos à procura do spotlight e como não sabem como o arranjar, num programa sobvre o qual nada percebem, gritam feitos maluquinhos. haja dó... quilos de ré...e muito sol!
publicado por Psyhawk às 13:02

11
Jun 06
É fabulosa, fica a menos de 60 quilómetros de Lisboa e dá cá um bronze, ou escaldão, que fica para sempre na memória. Pessoal, temos que repetir a façanha! Troia Always!
publicado por Psyhawk às 11:42

Sempre ouvi dizer que a amizade não se cobra. Que se dá.

É uma frase bonita de se dizer quando se recebe alguma coisa. Mas quando esta começa a desaparecer  e a transformar-se em algo estranho, rapidamente tentamos que o nosso cobrador do fraque entre em acção e sejamos esclarecidos do que raio é que se passa.

Se na adolescência os amigos vão e vem, e são sempre muitos, aos trinta isso já não acontece. Os bons são meramente um punhado, os outros estão ali, mas na realidade são apenas motivo de boa paródia. Por isso é normal que quando um dos do punhado se tente afastar se corra rapidamente a tentar averiguar o que raio é que se passa. E mais, questionar o porquê do afastamento 

O pior é que, tenho eu apercebido-me, que as questões levantam mais questões, destapam problemas e arranjam discussões...de nada! E depois caput. Uns deixam-se de falar outros amuam e já não há nada a fazer. Eu opto por cobrar, averiguar e falar! Só asism as coisas se resolvem. porque isto da amizade toma lá dá cá, é muito bonito, mas quando se dá dá dá e não há nada é porque algo está errado. Ainda normalmente chega a desilusãom e eu já tive a minha conta!

publicado por Psyhawk às 11:35

06
Jun 06

Confesso não ser fã da banda. Os discos dos mocitos parecem sempre demasiado bem produzidos, com uma chama pouco acesa  e demasiado plástica. O novo álbum está mais ligeiro, mas a verdade é que continua a pautar-se pelos exageros da parte da produção- as faixas onde isso mais se nota é no hino D'ZRT revolução e no novo single Verão Azul. Mas, a verdade, é que todas estas imperfeições que se detectam ao fim de duas passagens do novo álbum Original, desaparecem quando eles chegam ao palco.

Como já disse não tenho nada de fã da banda, mas se calhar devia.

A verdade é que os quatro rapazes, Edmundo, Paulo Vintém, Vitor Fonseca e Angélico são bombas atómicas quando se atiram para cima do palco. Eles não param, e dão um show como poucos artistas em Portugal conseguem. Cantam, dançam, puxam pelo público munidos de uma energia contagiante e que os transforma de um segundo para o outro em estrelas tão brilhantes no firmamento que é impossível detectar outras que estejam a menos de 1000 quilómetros de distãncia.

Fiquei de boca aberta!

Não porque eles tenham vozes excelentes, com a excepção do Edmundo, mas a harmonia conseguida entre os quatro é perfeita, apagando as imperfeições de qualquer um dos rapazes. O certo é que ao fim de 40 minutos de espectáculo é impossível não bater o pé, ao som dos contagiantes temas dos rapazes. E subitamente o morno Verão Azul torna-se um canção como poucas.

Estes quatro são sem dúvida uma banda de palcos.  Quem diria ahm?

 

publicado por Psyhawk às 22:42

00019711

Era só para dizer que esta gaja é magnífica

publicado por Psyhawk às 22:37

05
Jun 06

Digam o que disserem o melhor concerto do Rock in Rio, foi o de Anastacia.

Por muito brilhantes que tenham sido os Red Hot Chilli Peppers, ninguém conseguiu abater a garra, a força e a simpatia da cantora americana. Só é pena que não tenha sido ela a fechar a noite, pois teria sido em beleza.

Foi com um estridente bater de palmas que o espectáculo começou com Paid My Dues. Não foram precisos mais do que 40 segundos para que a cantora conquistasse a plateia.90 minutos de gente a cantar e a dançar os êxitos que passam na rádio e na MTV over and over again: I'm Outta Love, Heavy on My Heart, Pieces of a Dream, Sick and Tired, entre tantos e tantos outros. No entanto a pérola da noite foi a simpatia com que cantora brindou o público português. Parecia que estava numa sala com meia dúzia de amigos e não num recinto com mais de 90 mil pessoas, quase todas a olharem para ela.

One Day in Your Life, I'm Outta LOve e Left Ouside Alone colocaram a multidão já de si extremamente excitada numa histeria única de se ver.

E de pensar que algumas pessoas tinham aguentado a actuação ridícula do brasileira Marcelo D-2 e o pop solto e intimo, mais reservado para uma aula magna do que para um espectaculo desta magnitude, de Corine.

Brilhante é o que se pode dizer da actuação da cantora...

Bravo. Era bom que todos fossem assim!

publicado por Psyhawk às 23:03
música: One Day in Your Life- Anastacia

Junho 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

17

18
21
23
24

25
26
27
29


subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

3 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO