Onde todos podem uivar o que quiserem... vejam por mim!

16
Out 07

As vezes acho que dou demasiada importância ás coisas.

Acho que não percebo que não sou tão importante para algumas pessoas como me fazem crer. Quando o telefone não é atendido, quando a chamada não é respondida, quando faltam as palavras, quando desaparecem os encontros, quando não há um olá... valerá a pena continuar a pensar que devemos esperar? Que dali haverá resposta ou deixar os bons momentos guardados e partir para outra? Fugir para não nos magoarmos?

Estou desapontado, desalentado... irritado.

Odeio dar-me em vão. Esperar e nada ter... Sentir e ser abandonado!

Estou desapontado... contigo..., porque quando precisei fugiram! Porque quando quis falar ouvi apenas o telemóvel cantar! Mas o mundo não para e não há tempo para parar... e se calhar eu já fiquei por aqui demasiado tempo!

publicado por Psyhawk às 21:17

6 comentários:
Amigo sabes como eu sou nestas coisas. Damos enquanto achamos que temos de dar. Não precisamos receber nada em troca. Só um pouco de atenção, apreço e respeito. E quando achamos que do outro lado não há nada para dar, o melhor é mesmo fechar a porta. Já que as relações precisam de ser alimentadas de ambas as partes, não pode, nem deve ser sempre o mesmo a segurar o barco. Por isso se não há espaço, nem tempo para nós o melhor é seguir em frente.

Bjkas
P. Gira a 16 de Outubro de 2007 às 23:33

Outubro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
12
13

15
18
19
20

23
25
27

28
29
30


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

3 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO