Onde todos podem uivar o que quiserem... vejam por mim!

14
Out 05

No galinheiro uma galinha morre.


Assustada a dona, depois de ouvir as notícias terríveis de uma dita gripe das aves, sem grande esforço chacina todas as outras.


No fim, e depois das análises, descobrem que a galinha original havia morrido, daquilo que tantos chamam, morte natural.


Viver num galinheiro onde se asassinam as pequenas aves para que os donos sobrevivam não é uma novidade. Fazê-lo e não se sentir culpado pelos vistos cada vez é mais comum.


 E numa hierarquia onde o pequeno está sempre desprotegido das mãos assassinas do maior e mais poderoso vemos por vezes inocentes serem assassinados pelos erros de outros. Pelas burradas de quem pensa, paga quem produz.


A vida segue, a carroça passa e no fim, ninguém aprendeu nada.


Portugal no seu melhor!

publicado por Psyhawk às 00:21

Outubro 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
13
15

18
20
21

23
24
27
28



mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

3 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO