Onde todos podem uivar o que quiserem... vejam por mim!

24
Ago 05
Nos últimos tempos reparei que gritar no metro é não algo que deve acontecer, apenas naquelas curvas em que o bicho xia até mais não, mas sempre. Não percebo se é uma nova tradição ou se é algo que eu nunca tinha descoberto, mas nas últimas semanas tenho reparado, que se se está no metro em grupo tem que se gritar o mais alto que se puder. Mais... se se tiver mais de 40 anos, for um grupo do sexo feminino, de profissão pouco perceptível então além de gritar que nem uma possuida, deve igualmente fazê-lo sobre temas tão simples e banais como mestruação, tempo que o marido lhe deu na cama, naquela manhã, o membro do Jude law (saiu em tudo o que é revista o tamanho da coisa e anda tudo o que é mulher a discutir o assunto)...
O que sei é que quem não leve o walkmanzinho, o diskman ou o leitor de mp3...tá lixado! É que não há comprimido que cure este tipo de surdez!
publicado por Psyhawk às 21:03

É parece que agora é moda gritar a plenos pulmões. O meu inferno começa com o meu vizinho do lado que berra ao telemóvel pk ainda não percebeu que hoje em dia os aparelhos até têm um bom microfone e acaba com pessoas assim nos transportes públicos e na rua. E eu que sempre morei perto de um mercado e pensava já ter visto de tudo ando cada vez mais abismada com a falta de civilidade deste povinho. E ainda falam das peixeiras. Comparadas com algum pessoal que eu vejo aí, nacional e estrangeiro, são umas senhores recatadas. mandras
</a>
(mailto:mandras@iol.pt)
Anónimo a 25 de Agosto de 2005 às 16:34

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.