Onde todos podem uivar o que quiserem... vejam por mim!

30
Out 04
Acho que as agruras da vida sempre passaram por mim um pouco à distância. Não sei se isso é bom ou é mau, mas certamente me fizeram quem sou hoje. Como sou física e espiritualmente, não importa o quantas outras pessoas nos queiram mudar, impor a sua vontade ou transformar-nos. Por isso, ver alguém, como hoje vi, uma pessoa muito próximo de mim sofrer, abalou-me muito. E acho que isso sim mudou-me. Ainda não sei bem como. Há qualquer coisa aqui que mexeu, ou para a direita ou para a esquerda, mas de uma forma ou de outra abalou tudo o resto. Quem eu era já não será mais (embora ache que as pessoas digam isto demasiado!)... e nada tem a ver com os meus lamentos sobre a idade, a vida, os amigos, etc e tal, que já para aqui escrevi centenas e centenas de vezes. Tem a ver somente comigo.
E isso está-me a fazer confusão. Estou a pensar mais do que devia. E está a doer. Espero ter coragem para aceitar tudo o que vai mudar ( porque vai quer eu queira quer não!), mas alguma vez, como uma amiga minha ainda hoje me disse, tinha que ser. A mortalidade assim no obriga!

Atenção... não estou a morrer, a lamentar-me ou a querer assustar ninguém.
É apenas uma constatação, um desabafo.
publicado por Psyhawk às 21:38

Outubro 2004
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
14
15

17
18
19
21

27
28



mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

3 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO